Células tronco e calvície: a combinação revolucionária

Células tronco e calvície: a combinação revolucionária
Rate this post

b62h64a1nhjsrndupvo7ceoe9

Não é preciso pesquisar muito para saber que as “curas milagrosas para calvície” que existem na internet não funcionam, o que acaba frustrando ainda mais quem sofre com a perda dos cabelos. Mas uma novidade anunciada recentemente promete realmente fazer a diferença.

Trata-se da utilização de células tronco contra a calvície, que vem sendo estudada desde 2012 e, ao que tudo indica, em breve entrará para a lista de tratamentos indicados pelos médicos.

As células tronco são famosas pela capacidade que possuem de se transformar em qualquer tecido do corpo humano. Segundo Takashi Tsuji, professor da Universidade de Ciências de Tóquio, daqui algumas décadas será possível até mesmo substituir órgãos que estejam apresentando algum defeito por outro obtido através dessas células.

Os estudos liderados por ele, inclusive, conseguiram resultados surpreendentes no campo da estética ao fazer com que tufos de pelo nascessem em ratos. A técnica utilizada consistia na retirada de uma parte da pele de uma espécie “peluda” do roedor para produzir as células tronco que então foram implantadas em outra espécie sem pelos, e em 2012 foram divulgadas as imagens comprovado a eficácia do experimento.

Em humanos, o procedimento começou a ser testado em 2015, segundo Tsuji, sendo similar ao implante de cabelos existente hoje: é retirada uma parte saudável do couro cabeludo para a fabricação das células tronco em laboratório e estas são implantadas na área calva, incentivando a formação de novos folículos e, consequentemente, crescimento dos fios.

Tsuji afirma também que, de acordo com o decorrer do avanço das pesquisas e da Engenharia Genética, será possível até mesmo escolher a cor e o tipo de cabelo (branco, preto, liso, encaracolado), visto que com os ratos foram obtidas as duas cores.Para quem pode…

Ainda não se sabe quando o tratamento descoberto em Tóquio poderá de fato ser utilizado nem a faixa de preço que irá custar. Mas uma pesquisa paralela desenvolvida pela Shiseido, famosa marca japonesa de cosméticos, em parceria com a Hairloss Blocker, empresa canadense de biotecnologia, já deixou muitos futuros pacientes desanimados.

O procedimento, estudado desde 2013, é basicamente o mesmo que o explicado pelo professor Tsuji e também é baseado em células tronco. Porém, segundo anunciado pela equipe, a utilização dessa nova “tecnologia” denominada RCH-01 estará disponível a partir de 2018 somente para norte-americanos com um bom poder aquisitivo. Os demais interessados precisarão aguardar até 2030, aproximadamente.

Enquanto isso, as opções já existentes continuam sendo a melhor saída, o que inclui as perucas e próteses capilares para pacientes que não podem utilizar os medicamentos ou arcar com um implante.
Saiba como curar a calvicie